22 C
Lagoa Dourada
Início COVID-19 Reino Unido pode ter vacina antes de 2021

Reino Unido pode ter vacina antes de 2021

A Chefe da Força-Tarefa de Vacinas britânica ressalta que talvez nunca haja uma vacina de fato para o vírus. Imagem: Freepik / pressfoto.

A chefe da Força-Tarefa de Vacinas do Reino Unido, Kate Bingham, disse à BBC que é possível que uma vacina para COVID-19 seja lançada antes do Natal, embora a chance maior é de que ela saia somente em 2021. Ela ainda ressalta que a primeira leva precisará ser aprimorada, e não será capaz por si só de conter a pandemia.

Seis vacinas têm mostrado resultados avançados no Reino Unido, segundo a publicação da coordenadora no The Lancet, ontem (27). Os antivirais estão sendo desenvolvidos pela farmacêutica AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford, as empresas BioNTech e Pfizer, e pela Janssen.

Ainda ontem, o governo russo pediu a liberação da Organização Mundial da Saúde (OMS) para o uso da vacina Sputnik V, aprovadas no país no dia 11 de agosto. O antiviral tem gerado controvérsias por ter seu desenvolvimento muito apressado, com pouco tempo para alguns estágios de observação.

Um deputado apresentou um Projeto de Lei para punir quem não praticar a vacinação, quando o medicamento for liberado. Caso aprovado, a pessoa terá os mesmos impedimentos de quem não votar. O autor justifica no texto que “é dever do Estado assegurar o direito de todos à saúde” e “quem recusar-se à vacinação estará agindo da mesma maneira que aquele que se recusa a participar das eleições.”

No último dia 21, um dos voluntários para testes da CoronaVac no Brasil veio a óbito. O laboratório não divulgou se ele fazia parte do grupo que foi injetado com o fármaco, ou foi submetido à medicação placebo. Segundo o Extra, a vítima era um médico de 28 anos. A Anvisa já foi informada sobre os resultados, mas os dados não foram divulgados por questões de ética.

Comentários

Online agora

Visitas até hoje

  • 172.211