22 C
Lagoa Dourada
Início Cidade Infrações ambientais perturbam moradores do Novo Horizonte

Infrações ambientais perturbam moradores do Novo Horizonte

Nos últimos dois dias, o Portal Lagoa Dourada vem recebendo mensagens de leitores denunciando atos de moradores do bairro Novo Horizonte em terras adjacentes ao loteamento. Pessoas estariam depositando lixo irregularmente em áreas de preservação ambiental, além de realizar queimadas.

Entramos em contato com uma moradora que relatou a questão, e verificamos a procedência dos fatos.

“As crianças gostam de brincar por ali, e elas podem acabar se cortando, ou mesmo fazendo cerol para as pipas”, apontou a moradora.
No caminho que leva ao descarte impróprio, um latão acondiciona o lixo dos que vivem na região.

De acordo com a queixante, o responsável seria um pastor que mudou-se do bairro poucos dias atrás, deixando expostos os restos de uma vidraçaria. Ela ainda relata que tem ocorrido aparições de animais peçonhentos no local, como escorpiões e aranhas, e atribui parte do problema ao lixo. Dada a situação, a mulher fez contato com a Prefeitura.

Agora pela manhã, outra pessoa teria ateado fogo no matagal, criando transtornos com a fumaça gerada pela queima.

O Diretor do Departamento de Meio Ambiente da Prefeitura, Emerson Gonzaga, disse não ser a primeira vez que problemas semelhantes acontecem na região. Em junho do ano passado, despejos ilegais fizeram com que a administração sinalizasse a área com mensagens sobre o problema, que vem ocorrido também em locais como as saídas para o distrito do Arame e do povoado da Mutuca. “A Prefeitura tem feito um grande esforço para melhor destinar seu lixo, com a coleta seletiva, mas cabe à população colaborar com nosso trabalho”, informou.

O diretor apontou para a importância de que a população se conscientize sobre as complicações geradas por tais atos, e disse que todo cidadão tem o poder de denunciar às autoridades casos semelhantes. “A fiscalização não pode estar em todos os lugares, por isso a população deve ajudar denunciando pelo e-mail meioambiente@lagoadourada.mg.gov.br, ou ligando para o Departamento de meio Ambiente através da prefeitura no número 3363-1122”, afirmou.

Ainda segundo Emerson, a quantidade de lixo descartada enquadraria o autor como grande gerador de lixo, o que exigiria um cadastro por parte do mesmo, como noticiamos anteriormente.

Os profissionais da Prefeitura deverão buscar quem são os responsáveis pelos crimes ambientais, para que as devidas medidas sejam tomadas, e uma equipe será enviada ao local.

Entenda mais sobre os malefícios causados pelas queimadas clicando aqui.

Comentários

Online agora

Visitas até hoje

  • 58.119