33.9 C
Lagoa Dourada
Início COVID-19 Auxílio Emergencial sofre reajuste

Auxílio Emergencial sofre reajuste

O Presidente da República anunciou, na manhã de hoje (1º), que o valor do Auxílio Emergencial passará por um reajuste. A nova quantia estipulada é de R$ 300, e deve ser estendida por mais quatro meses.

Segundo uma matéria publicada pelo Estado de Minas, Bolsonaro afirmou que “R$ 600 é muito para quem paga, no caso do Brasil, e podemos dizer que não é o valor o suficiente para todas as necessidades, mas atende, até porque o valor definido agora há pouco ele é um pouco superior a 50% do valor do Bolsa Família. Então decidimos, atendendo a Economia, fixá-lo em R$ 300”.

O benefício do governo foi criado em abril, e previa o pagamento de três parcelas, sendo posteriormente prolongado por mais três meses. De acordo com o site G1, o novo custo estabelecido sairá por R$ 25 bilhões mensais aos cofres públicos.

Desde a implementação do auxílio, o Governo Federal gastou mais de R$ 212 bilhões, segundo o portal R7. Isso equivale a 86% do orçamento de R$ 254,4 bilhões, estabelecido para o pagamento de cinco parcelas.

Durante o anúncio, a liderança do governo falou também sobre a reforma administrativa. A proposta será enviada ao Congresso Nacional na próxima quinta (3), e altera normas do regime de funcionalismo público. Caso aprovada, a mudança não afetará profissionais do estado atualmente, mas deverá reger sobre contratos futuros.

Comentários

Online agora

Visitas até hoje

  • 132.902